Institucional

09.11.2023

Alunos do Colégio Bom Jesus são medalhistas no CBXE 2023

link copiado
Alunos do Colégio Bom Jesus são medalhistas no CBXE 2023

Quatro estudantes de Blumenau (SC) sagraram-se vencedores no Campeonato Brasileiro de Xadrez Escolar, realizado neste mês em Minas Gerais. No time masculino, Lucas Deretti ganhou a medalha de ouro na categoria sub-13 e Lucas Bauler, prata na categoria sub-11. Já entre as atletas, Isadora Feller ficou com a prata no sub-16 e Paola de Oliveira, com o bronze no sub-11. Todos são alunos do Colégio Bom Jesus Santo Antônio, de Blumenau. Com os resultados dos atletas classificados até o 10º lugar, o Colégio conquistou o troféu geral de 4º lugar entre as 197 escolas presentes no campeonato.

O torneio reuniu 458 crianças de 16 estados brasileiros. Do Colégio Bom Jesus também houve outras participações: Emanuel Pedroso Vieira, 20º lugar sub-11 anos masculino; Arthur Henrique Ferraz Bonecher, 25º lugar sub-12 masculino; Sofia Rie Soejima, 9º lugar sub-12 anos feminino; Juliano Sens Reckelberg, 13º lugar sub-13 masculino; Albert Rengel Laun, 18º lugar sub-15 anos masculino; Enzo Hirano, 5º lugar sub-16 anos masculino.

O medalhista de ouro Lucas Deretti, do 8º ano do Colégio Bom Jesus, disse que chorou de emoção e sentiu uma sensação de dever cumprido. Ele participa de campeonatos desde 2019 e coleciona vitórias. Lucas iniciou no esporte no Colégio Bom Jesus, em 2018. “Eu comecei a treinar xadrez com a mestre internacional Regina Ribeiro, no Colégio, que foi e continua sendo muito importante para mim. Desde então continuo estudando e praticando para cada vez mais evoluir”, ressalta. Ainda em 2023, Lucas vai participar do torneio do Park Europeu e do Vale Auto Shopping em Blumenau, IRT Sub 2400 em Timbó e do Sul-Americano Escolar em Florianópolis.

Paola de Oliveira, medalhista de bronze na competição e atual campeã brasileira na categoria sub 12, joga xadrez há cinco anos, desde que teve contato com o esporte no Colégio Bom Jesus. Ela destaca que ganhar medalhas sinaliza não só a vitória, mas também confirma a evolução de seus treinos. A atleta foi campeã estadual no ano de 2022, ficou em 2º lugar no campeonato brasileiro ocorrido em Natal (RN) e ainda conquistou o 1º neste ano, na mesma disputa. Por conta dessas conquistas, Paola representou o Brasil no campeonato Pan-Americano em Chicago (EUA). E ela não para: vai para o Sul Americano em Florianópolis, em dezembro próximo.

Lucas Bauler, medalhista de prata, ressalta que sempre é marcante ganhar uma medalha, seja ela de 1º, 2º ou 3º lugar. Ele conta que passou a se dedicar com mais afinco ao esporte no Colégio Bom Jesus, onde estuda desde 2019. “Foi aí que tudo mudou e passei a ganhar as competições com mais facilidade”, comemora ele.

Isadora Feller, que também conquistou o segundo lugar na competição (e o 4º lugar no Brasileiro sub-16, além de ter sido campeã dos Jogos da Primavera), joga xadrez desde os seis anos de idade e diz que está feliz com os resultados. Nesta semana, ela vai participar de um torneio Brasileiro Feminino Adulto, em Timbó (SC), com o objetivo de jogar com as melhores do Brasil. E, para 2024, além dos vestibulares, pretende buscar um resultado ainda melhor no xadrez e no badminton, outro esporte que ela pratica. “Fui incentivada para os dois esportes no Colégio Bom Jesus Santo Antônio”, destaca.

O coordenador de Educação Física e Esportes no Colégio Bom Jesus em Blumenau, Arlindo Luiz Fagundes, afirma que muito mais do que estimular o espírito competitivo, o esporte é um instrumento importante na formação integral de crianças e jovens. “Incentivamos nossos alunos a praticarem e a competirem por acreditarmos nesse poder transformador”, afirma o professor.

 


GALERIA DE FOTOS


Ver todas imagens
AGENDAR UMA VISITA